DANI-SE


RE

Como diria Quem Quem, filósofo e pop star da ocasião, essa semana é para mim envolvida em catástrofes maléficas. Mas o que tinha como auge o dia 6 de outubro começou na véspera. Os motoristas da TV "esqueceram" de pegar parte da equipe em casa. Nada importante – só o cinegrafista, a produtora e a operadora de caracteres. Resultado: a ficha de que não viriam caiu tarde demais e quando decidi vir por minha conta, o programa atrasou 20 minutos.

Durante o Revista, sem comentários. Caos total. Estou deprimida até agora. Ok, era para ser só um dia ruim no trabalho se não fosse a semana da catástrofe maléfica. Por que mesmo isso, hein?

2003: 6 de outubro. Fui demitida. Sem colo de quem eu gostava, por impossibilidades geográficas. Tudo bem que depois a demissão virou uma maravilha, mas no dia, e na semana...

2002: 6 de outubro. Tinha acabado de voltar com quem eu gostava, mas só consegui vê-lo de madrugada. Final bom. Stress no começo da noite.

2001: 6 de outubro. Horrível. Briga feia com o namorado, que tinha até preparado surpresa pra mim, mas eu estraguei a tempo. E o que era pra ser perfeito foi incrivelmente angustiante. Final com paz melancólica.

2000: 6 de outubro. Meu único aniversário totalmente feliz de todas as minhas lembranças. Melodia Show e Arte. Asjornalistas@grupos.com.br, Amarílis e Ítalo, algumas pessoas do teatro, a Diva Cibele Kisses com bolo e parabéns surpresa no intervalo de sua performance ao som de I will survive com sotaque "Gutês" – como esquecer?

Quer saber? É impressão minha ou isso obedece a uma Progressão Geométrica? De repente, a idéia de tomar um remédio hoje à noite e dormir as próximas 24 horas até que não é tão ruim assim.



Escrito por Daninha às 09h56
[ ] [ envie esta mensagem ]


Because Just Lovmi, Lovmi, Say That You Lovmi

Qualquer noite dessas a gente pode ser feliz. A gente pode tentar, brigar, errar, acertar, gozar, amar, gozar, rir, gozar amar, amar, amar
Qualquer noite dessas a gente pode ser.
Qualquer noite dessas a gente pode.
Qualquer noite, mas não qualquer você.



Escrito por Daninha às 13h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Numa Semana Cheia De Gastos A Gente Aprende A Valorizar O Dinheiro

Mais uma da série: piadas machistas enviadas para o e-mail da Dani, que ela insiste em espalhar por aí.

Título: Como economizar seu dinheiro

 

 



Escrito por Daninha às 10h25
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Eu Me Formo Semana Que Vem

Descerramento da Placa

28 de Setembro de 2004, às 18h. Faculdade de Ciências Médicas. Rua Olavo Bilac, 2335 Centro

Aula da Saudade

28 de Setembro de 2004, às 20h. Cookie`s Eventos. Rua Cândido Ferraz, 1159

Missa em Ação de Graças

29 de Setembro de 2004, às 20h. Igreja São Sebastião. Av. São Raimundo, s/n

Sessão Solene de Colação de Grau

30 de Setembro de 2004, às 20h. Centro de Convenções do Piauí. Praça Desembargador Edgar Nogueira, s/n

Baile de Formatura - NÃO, OBRIGADA!!!

01 de outubro de 2004, às 23h. Jóquei Clube do Piauí. Av. Nossa Senhora de Fátima, 1000 – Jóquei. (Convite Especial)

Comemoração  - CONSIDEREM-SE TODOS ESPECIALMENTE CONVIDADOS POR MIM

30 de Setembro de 2004, às 23:50h. Quiosque Canneleiro, ou algum lugar assim (Aceito sugestões). Avenida Raul Lopes, S/N



Escrito por Daninha às 14h12
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Eu Acumulei Pontos Bônus - É Hora De Usar!

Depois de quase um ano, vou ser contratada pela empresa. Responsabilidades, expectativas e vontades.

Canudo e diploma em 11 dias. Especialização em vista. E meu medo está muito bem, obrigada.

1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003... 2004. Sete (número cabalístico) anos depois, a 15 dias de férias inteirinhos só para mim. Eu achava que era muito, mas agora vi que foi mais tempo ainda do que eu me lamentava. Só para constar: Reveillon – Jericoacoara – Pousada do Veio – Preço sob consulta. Porque sete anos devem ser finalizados em grande estilo.

Meu filho completando 1 ano e meio de saúde depois de ser desenganado pela medicina veterinária. Ele me vê pouquíssimo, já que passo o dia fora – mas é a criatura que mais tem demonstrado amor por mim nos últimos tempos. I lov Júnior.

Coração sendo dolorosamente varrido e espanado para novas acomodações. Arrastar sentimentos entre átrios e ventrículos pode ser mais cansativo do que se pensa. Depois de tentar me testar desatradamente, vi o lado bom da história: um pouco do próprio veneno é realmente o melhor antídoto.

Nada como dar um Oi de graça no final de semana para a Amarílis, ela lááááá em Recife.

Nada como rir com o Lu por mensagens de celular pagas, ele lááááááááááá em Salvador.

Nada como brincar de ser a Danielle linda, maravilhosa, segura, independente, e realizada, lááááááááááááááááááááááááááááááááááá em algum lugar dentro de mim – será que ela existe ou eu a estou inventando? O que importa?

A nova fase do jogo até que promete.



Escrito por Daninha às 09h53
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Eu Estou Pesando uma Tonelada

 

Por favor, se me virem em uma festa, tirem qualquer copo suspeitamente alcoólico de minha mão.

Anucha, Dani e Cintia... isso vale para hoje à noite, ok?



Escrito por Daninha às 11h15
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Eu Estou Na Festa Daquele Celular

(E o Ostiga cantando)

Só faco com vocë, tchuru-tchu-tchu-tchuuuu

Só quero com vocë, tchuru-tchu-tchu-tchuuuu

Só faco com vocëeeeeeeeeeeeeee,

Adivinha o quue..............

 

1 ta;ca de champagne, +

1 ta;ca de vinho,+

1 gole de whiske +

1 teclado desconfigurado [e igua a

Meu MundoGirou (Eu podia passar sem o trocadilho infame mas meu teor alcoolico na tal da hemoglobina j[a est[a muito alto... i[m sorry)



Escrito por Daninha às 21h56
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque A Diferença Entre Feiura E Beleza É Relativa

Diretamente relativa ao seu saldo bancário.



Escrito por Daninha às 12h41
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Eu vou Ser Eduarda

Texto: Senhora dos Afogados

Autor: Nelson Rodrigues

Personagem: Eduarda

Amores. Complexos: Édipo, Electra. Mãos cortadas. Luto. Sangue. Lágrimas. Força. Sentimento. Futilidade. Essência.

Previsão de Estréia: Dezembro



Escrito por Daninha às 09h56
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque O Que Importa É Não Estar Vencida

Jurei mentiras e sigo sozinho, assumo os pecados. Mas eu juro que é melhor não ser um "normal", se eu posso pensar que Deus sou eu.

Foto: Danielle Rêgo

 



Escrito por Daninha às 09h32
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Eu Quero Saber

Ainda há jeito para a gente? Nunca soube ajeitar muito bem as coisas – não preciso falar sobre o meu lado estabanado.

Mas sabe, talvez eu tenha mudado e precise de mais do que alguém para ficar comigo naquele dia da semana. Mais do que alguém que me diga que eu não preciso de escova, porque meus cachinhos são lindos. Mais do que alguém me abrace  bem forte naquelas horas ou que sonhe comigo de noite e me acorde antes do despertador porque pensou em mim.

Preciso de alguém que tenha certeza de que mesmo tendo várias e fáceis possibilidades, seja suficientemente especial e seguro para querer ficar só comigo. Que me seduza, e me faça acreditar que ainda vamos ter aquela menininha com cabelos daquela cor e olhos daquela outra cor, e vamos vê-la crescer, e cair, e chorar, e ir ao hospital, e passar noites em claro e depois ir ao casamento, assistir recitais de música, de balé, e talvez ir à maternidade, vendo a continuação de nossa família...

Preciso de alguém que possa até me fazer ter medo e nem tanta certeza sobre várias coisas, mas nunca, em hipótese alguma, me faça questionar o fato de que vale a pena estar ao seu lado. E que mesmo que por alguns momentos se encha de tudo, inclusive de mim, saiba encontrar o caminho de volta.

E isso vai ser bom. Porque se esse alguém for você nós iremos brigar, e fazer as pazes. Você vai cozinhar – nós sabemos muito bem quem entende de pratos por aqui - e eu vou arrumar a cozinha. Vou te fazer minha massagem mal feita e você vai me fazer cafuné. Vou ver seus shows e você vai assistir minhas peças. E depois iremos brigar de novo, e você vai encher a cara da "podre" em algum lugar enquanto eu vou encher alguma amiga com nossa história. Mas se formos realmente Eu e Você, vamos voltar um para o outro porque saberemos que lá é o nosso lugar.

Esqueça o meu manual de instruções, aquele que você conhece tão bem. Se for você, quero te conhecer de novo, porque eu também já não sou tão a mesma, e não tenho nenhuma resposta.

Se ainda há jeito, eu não sei. Você é que tem que me dizer.



Escrito por Daninha às 14h48
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Eu Sou Exibida

Amanhã vou dar um presente para minha irmã, outro para minha mãe e outro para mim no mesmo pacote: o show do Ney. Porque é um show, não apenas pela música e pela interpretação.

Ele seduz com a dança, com o gestual, com tudo o que ele representa, com a forma como consegue ir além de palavras e poesias. Ele vem aqui dentro, arrasa com tudo e vai embora. Displicentemente. E ainda sim eu quero mais.

Amanhã, domingo, dia 12, eu vou me realizar.Porque esse cara é um dos que eu quero aplaudir ainda nessa vida.

 



Escrito por Daninha às 19h41
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Começa Hoje

CIRCUITO CULTURAL BANCO DO BRASIL - TERESINA

1º DIA - Quinta-feira ( 09/09)

21:00 h - Teatro "Dorotéia Minha" - Beth Goulart
Abertura - "Cabeça de Cuia - O Príncipe das Águas" - Balé Folclórico de Teresina
Local - Tenda Principal
Ingressos: R$ 10,00 e 5,00 + 2 Kg de alimento não perecível


Escrito por Daninha às 09h21
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Um Dia Ele Me Apareceu Assim

E pensar que tudo isso um dia fez sentido. E pensar que um dia eu me sentiria feliz de ler tudo isso de novo e saber que já mudei...

 

Manifesto pelo Amor Livre

 

Amor Livre como, como assim? Com tantas amarras e recalques, devidamente racionalizado entre argumentos e ponderações, como ser livre? Nem fica tão difícil assim ser forte, não é mesmo? E mesmo sentindo tudo tão pertinho, a gente brinca, sorri, conversa, se acomodando novamente ao mundo.

Recém-nascido que estranha as coisas, sentindo falta de tudo e querendo voltar para o melhor lugar do planeta de onde foi arrancado. Mas mesmo assim, é incrível o absurdo da normalidade. Graças ao buraco onde jogaram o pobre do Amor, perdendo a chave pelo caminho.

E quem disse que adianta? Mil vezes pior. Como vingança, ele faz terrorismo: está preso mas continua assombrando, qual condenado que angustia seus algozes mesmo depois da sentença, gritando na sela a noite inteira sem deixar o carcereiro dormir.

-POR QUE VOCÊ ME PRENDEU? EU SOU INOCENTE! EU QUERO MEU ADVOGADO!! E O MEU TELEFONEMA?? É SÓ COISA DE FILME É, NÃO PODE NÃO? ME SOLTA, POR FAVOR....

E naturalmente, todos os condenados são inocentes. Vai lá na Casa de Custódia e pergunta: só há injustiçados, perseguidos, caluniados, pererê, pererê, como diz a Dan Rego.

Mas não precisa muito para ele fugir: é só cavar a parede ou com uma lasca de garrafa pet, ou com uma serra escondida num bolo, ou com quatro doses de HI-FI.

Aí ele se vinga do tempo perdido: toma conta intenso, louco, insano, forte, inconseqüente, com urgência, destruindo tudo, dando murros na boca do estômago e cuspindo na sua cara. O Amor para um segundo, respira e olha ao redor, pleno de satisfação. E vai, agora sem inocência, lentamente retornando ao cárcere. No último instante se volta, e olha ainda uma vez para a cena do crime, deixando tudo para trás. Até se desfazer no ar.



Escrito por Daninha às 14h09
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque Minha Cicatrização Está Ótima!

Sabe quando você leva um tombo, e a feridinha começa a sarar, sarar, sarar, até que só fica aquela casquinha? Pois é. Vou confessar um mau hábito: adoro mexer nas minhas feridas. Cutuco minhas unhas encravadas, bolino nas casquinhas, mordisco cutículas e (descraça-mor) não deixo meus cravos em paz.

É quase com tesão que eu vou para a frente do espelho e fico examinando, procurando, até conseguir tirar uns dois ou três. É claro que depois a pele fica vermelha, com uns calombos que duram uns 50 minutos e vez em por outra viram espinhas horrorosas no dia seguinte. Mas pelo menos eu realizei meu desejo psicopata de exterminar pontinhos existentes ou não. É, às vezes invento cravos imaginários...

Mas sabe quando você leva um tombo, e a feridinha começa a sarar, sarar, sarar, até que só fica aquela casca? Pois é. Essa eu não estou com vontade nenhuma de mexer. Não vou provocar, não vou me testar. Está ótimo assim. Só sentido o repuxo quando faço um outro movimento mais brusco. Mas já, já ela cai por si só. Quer apostar?



Escrito por Daninha às 13h38
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Nordeste, TERESINA, TABOLETA, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, Arte e cultura, Cinema e vídeo, o Jr.
MSN -



Meu humor



Histórico
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Mais Dani-se - Fotológui
 Don Doca
 Jenny
 Rita
 Grimaldi
 Sérgio Donato
 Juliana
 Anucha
 Aline